Commit 9fd1eeb6 authored by Hugo Roenick's avatar Hugo Roenick
Browse files

OPENBUS-2108

Release do Core 2.0.0

Merge para o branch das revisoes 135874 e 135878


git-svn-id: https://subversion.tecgraf.puc-rio.br/engdist/openbus/core/branches/02_00_00@135880 ae0415b3-e90b-0410-900d-d0be9363c56b
parent ca5e3be5
......@@ -137,12 +137,12 @@ Nesse caso,
Fazer uma sistema implementar inúmeras interfaces de acesso para integração com diferentes sistemas é uma solução pouco razoável num cenário em que devam existir vários sistemas a serem intergrados.
Idealmente, deve-se adotar uma tecnologia de comunicação genérica e eficiente o suficiente para ser adequada ao uso com sistemas com diferentes requisitos.
Outra necessidade comum na integração de sistemas cooporativos é o controle acesso e a govenaça das integrações.
Outra necessidade comum na integração de sistemas cooporativos é o controle acesso e a governança das integrações.
Ou seja, quando os sistemas integrados não são abertos ao acesso público e irrestrito, é necessário que a infraestrutura forneça mecanismos que permitam restringir quais serviços podem ser integrados e como essas integrações podem ser feitas.
O \openbus{} oferece uma infraestrutura adequada para implementar integrações entre sistemas tendo essas questões e necessidade em mente.
Em particular, o \openbus{} se baseia na tecnologia CORBA para definir uma tecnologia de comunicação genérica e eficiente para integração de sistemas escritos em diferentes linguagens de programação e plataformas computacionais.
Além disso, o \openbus{} estende a tecnologia CORBA com suporte a um rigoroso controle de acesso que permite a inspeção e controle das integrações através de um modelo de governaça onde um gerente do barramento pode controlar quais sistemas accessam o barramento e se integram a outros sistemas.
Além disso, o \openbus{} estende a tecnologia CORBA com suporte a um rigoroso controle de acesso que permite a inspeção e controle das integrações através de um modelo de governança onde um gerente do barramento pode controlar quais sistemas accessam o barramento e se integram a outros sistemas.
\section{Arquitetura}\label{sec:architecture}
......@@ -462,7 +462,7 @@ O \emph{busadmin} tamb
A listagem completa dos comandos disponíveis é apresentada a seguir:
\begin{itemize}
\item \textbf{Configuração:}
\item \textbf{Opções:}
\begin{description}
\item[\texttt{--}host=\textless endereço\textgreater] Informa o endereço do Barramento.\\
......@@ -479,6 +479,9 @@ A listagem completa dos comandos dispon
Valor padrão é 0.
Os níveis vão de 0 a 5, onde 5 é o nível com mais detalhes, e o 0 desativa o log.
\item[\texttt{--}certificate=\textless arquivo\textgreater] Informa a chave privada para realizar a autenticação por certificado ao invés de ser por senha.
O padrão é realizar a autenticação por senha, onde a ferramenta pergunta a senha antes de executar o comando.
\end{description}
\item \textbf{Controle de Categoria:}
......
Supports Markdown
0% or .
You are about to add 0 people to the discussion. Proceed with caution.
Finish editing this message first!
Please register or to comment